Descobrir Portugal com o seu pet 🐾 Prainha, Ilha do Pico, Açores




É a segunda maior ilha do arquipélago e aquela onde se situa a mais alta montanha de Portugal, o Pico, que lhe deu o nome.


A sua riqueza e beleza natural é magnífica: paisagens vulcânicas, campos verdes, lagos, florestas e um mar sem fim à sua volta.

Esta ilha é também famosa pelo seus vinhedos, com as videiras a crescer junto ao chão, rodeadas de muros negros (“currais”), cuja pedra vulcânica absorve o calor e protege-as do vento e da maresia.


Olle fez inúmeros passeios a pé por trilhos florestais e caminhadas com pausas para vistas deslumbrantes, como esta que nos mostra na imagem!


Curiosidade: é no Pico que encontramos um dos maiores tubos lávicos visitáveis do mundo, a Gruta das Torres, que se estende por cinco quilómetros embelezados por diversos tipos de estalactites e estalagmites lávicas.


A primeira riqueza da ilha foi o vinho; muito apreciado durante o século XVIII e XIX, exportado para a Inglaterra e para América do Norte. Chegou a ser servido à mesa do Papa e do Czar da Rússia – quando os bolcheviques entraram no palácio do último czar (Nicolau II) desfrutaram do vinho do pico na cave.



Olle viajou de Lisboa até aos Açores e andou a passear-se pela ilha encantada do Pico, e nós fomos buscar a sua imagem para deixar a dica aos outros cãopanheiros que queiram viajar por Portugal

Esperemos que gostem!



📷 @catarinavarao