Em Sesimbra, por um Portugal mais verde com Botanical Origin




A Romã e eu ficámos muito felizes por termos sido convidadas a participar no momento simbólico que marca o início da plantação de 2000 árvores na região de Sesimbra, no âmbito da campanha “Com Botanical Origin Vamos Reflorestar Portugal”.

O encontro foi no Parque dos Pinheiros, Quinta do Conde, Sesimbra, um espaço verde que em breve ficará ainda mais verde e com mais sombras frescas. Ideal para os passeios com os nossos mais que tudo de quatro patas.



O apresentador João Manzarra, e figura conhecida por lutar por um Mundo mais verde, juntou-se à marca ecológica Botanical Origin para dinamizar esta ação simbólica que marcou então o início da plantação de árvores em Sesimbra no âmbito da campanha “Com Botanical Origin Vamos Reflorestar Portugal” que, em parceria com a ANEFA – Associação Nacional de Empresas Florestais, Agrícolas e do Ambiente, está a reflorestar Portugal com a oferta de 4 500 árvores.



Botanical Origin é a gama ecológica de detergentes, amaciadores e multiusos da empresa Reckitt. Contém até 97% de ingredientes botânicos e apresenta embalagens e rótulos 100% recicláveis com certificação ecológica Ecolabel. Os produtos estão disponíveis nos super e hipermercados em duas fragrâncias: flor de laranjeira & folhas cítricas e jasmim fresco & lavanda selvagem. A marca foi também distinguida com o prémio Produto do Ano 2021, o maior e único prémio mundial que distingue os produtos que se destacam pela qualidade e inovação e com voto direto dos consumidores.



O momento contou também com a presença da atriz e apresentadora Maria Dominguez, do Vereador José Polido da Câmara Municipal de Sesimbra e de Ana Ferreira, Country Manager da Reckitt Portugal, que abordou os objetivos de sustentabilidade ambiental da empresa e de Eulália Botelho, Coordenadora do projeto ProNatura da ANEFA – Associação Nacional de Empresas Florestais, Agrícolas e do Ambiente.





Eu, humana, já era consumidora destes produtos e fiquei muito feliz de ver a marca aliada ao distrito de Setúbal – onde atualmente vivo – e de saber que a Botanical Origin está a ajudar a torná-lo ainda mais verde!



E sim, estive de enxada na mão a plantar uma árvore! De facto não foi uma árvore mas sim um arbusto de nome Folhado. Confesso que desconhecia por completo a existência de uma planta com nome de comida salgada, ou que, pelo menos, a maioria das pessoas a associa a um petisco! Mas depois, já em casa, fiz uma pesquisa e, sim, já vi Folhados plantas (quero dizer que já os conhecia). E aqui vos deixo a descrição: o folhado, originário da região mediterrânica, é um arbusto que pode alcançar 2 a 3 m de altura.

As folhas são simples e as flores são brancas a rosa-pálido e florescem abundantemente no início da Primavera. A maturação do fruto (tóxico, diga-se) ocorre entre o Verão e o início do Outono. É muito utilizado como planta ornamental em quase toda a Europa Ocidental por ser uma planta de crescimento rápido, muito pouco exigente a nível de manutenção e resistente à poluição urbana. Pode vê-las em abundância no Jardim Gulbenkian.

Havia ainda pés de sobreiros e azinheiras. Mas fiquei feliz por ter escolhido, ao acaso, o folhado. Já plantei uma árvore (uma cerejeira no Fundão). Já escrevi livros. E não, não tenho filhos. Ou, por outra, tenho-os… de 4 patas. Faço parte de um grupo de novas famílias, a chamada “família interespécie”, composto por pessoas que reconhecem seus animais como membros do lar.

Obrigada Botanical Origin por ajudar a Reflorestar Portugal! Obrigada Câmara de Sesimbra

Obrigada Anefa pela atribuição de um certificado (para a Romã e para mim) de participação neste momento simbólico.



Por um Portugal mais verde e Petfriendly!